O cadeado verde do Google Chrome está com os dias contados Featured

O Chrome vai mudar a forma como lida com sites HTTPS, que utilizam uma nova versão criptografada do já antigo HTTP. Desde fevereiro, o navegador alerta usuários exibe um aviso de “Seguro”

O Chrome vai mudar a forma como lida com sites HTTPS, que utilizam uma nova versão criptografada do já antigo HTTP. Desde fevereiro, o navegador alerta usuários exibe um aviso de “Seguro” quando seus usuários acessam sites que usam esse novo protocolo, e “Não-seguro” quando a tecnologia não está em uso. Isso será diferente a partir de julho.

 

Em julho deste ano, o Chrome começará a marcar todos os sites que utilizam o HTTP convencional como “Não-seguro” em cinza. No entanto, se a página tiver alguma caixa para inserção de dados (como um campo para você digitar seu nome ou número de cartão de crédito, por exemplo), o aviso na barra de endereços estará em vermelho, para indicar que não há proteção aos dados transmitidos por esta página.

 

Em setembro começa uma nova etapa da transição. Como a tendência é que cada vez mais sites abracem o HTTPS, torna-se redundante dar tanto destaque ao aviso de “Seguro” às páginas que utilizam a tecnologia. Assim, o Chrome apenas passará a exibir um cadeado cinza em vez de verde, e ocasionalmente sequer exibirá o cadeado, sem o aviso de “Seguro”.

 

Rate this item
(0 votes)
Última modificação em Domingo, 20 Maio 2018 07:36

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Cenas fortes!! Três detentos são mortos durante briga de facções em presídio (Veja vídeo)

Manifestação contra cortes na educação reúne milhares, em Goiânia Segundo organizadores do evento cerca de 25 mil pessoas participaram do ato.

Goiânia tem árvores com pelo menos 80 anos e 300 espécies nativas e exóticas

Comissão do Senado aprova que presos paguem por gastos na prisão

Após faltar duas vezes, policial civil acusado de matar a mulher enfrenta júri popular em Goiânia

Ronaldo Caiado já tem "plano B" para recuperação econômica de Goiás

“Negligência da CPP matou meu marido”, diz esposa de detento morto com tuberculose

Moro afirma que não há acordo para assumir cadeira no STF

Pescador encontra cadáver boiando em represa de Goianésia